admin

A CATE, Casa de Acolhimento Temporário de Emergência, precisa da tua ajuda

Há 25 anos que a Associação Opus Diversidades “Abraça Pessoas e Abre Horizontes” e, provavelmente, em nenhuma das muitas e variadas ações e atividades que desenvolve isso é tão claro como na CATE (Casa de Acolhimento Temporário de Emergência), onde recebe pessoas em situação de sem-abrigo e de grande vulnerabilidade. Casa de Acolhimento Temporário de Emergência, com uma capacidade máxima para 4 utentes, recebe pessoas em situação de desproteção e vulnerabilidade e que necessitem de apoio social. Entre outras situações, destacam-se:

  • Pessoas vítimas de violência doméstica;
  • Pessoas em situação de perda ou ausência de autonomia;
  • Pessoas sem-abrigo.

Para além destas pessoas, apoiam-se também pessoas migrantes/refugiadas, trabalhadoras do sexo, pessoas trans em processo de transição, etc, na sua maioria pessoas LGBTQI+, mas não exclusivamente.

Segundo a associação, estas pessoas provêm de situações onde não se encontravam asseguradas as condições mínimas de sobrevivência, em necessidade de ajuda imediata, e que constituem um perigo real, atual, a breve prazo ou/e iminente, para a integridade física e psíquica, necessitando de intervenção imediata.

Recentemente, esse trabalho foi reconhecido pela IKEA, tendo ganhado a 2ª Edição do Concurso pela Igualdade e Inclusão de Pessoas LGBT+ «IKEA IDAHOT 2022». Esse prémio vai permitir o Makeover do apartamento, como a instalação de uma nova cozinha, a decoração do espaço ou a substituição de roupas de cama e de banho.

Mas antes disso, são precisas obras mais estruturais e urgentes! Esta requalificação da estrutura constituirá um investimento social estratégico e urgente que impactará positivamente as comunidades LGBTQI+.

A Opus Diversidades pretende que as pessoas acolhidas usufruam de um ambiente seguro, estável e confortável, promovendo a sociabilização e apoiando a autonomização e a empregabilidade, através de uma Equipa Multidisciplinar que presta apoio psicológico, social, jurídico, etc., mitigando o sofrimento e a vulnerabilidade e melhorando a auto-estima.

O apoio prestado pela Opus Diversidades

A pressão dos últimos 2 anos, por efeito da pandemia e, consequentemente, do número de pedidos de acolhimento, agravou ainda mais as condições de habitabilidade do espaço, que funciona, igualmente, como base de apoio a muitas outras actividades da Associação, pelo que o impacto da estrutura se estende muito para além das pessoas que, em cada momento, se encontram acolhidas.

Actualmente, o Gabinete de Apoio presta os seguintes serviços:

  • Apoio psicossocial
  • Apoio à autonomização (incluindo formações)
  • Consultas de psicoterapia
  • Consultas de psiquiatria
  • Consultas para início e acompanhamento de processos hormonais em pessoas trans (em breve)
  • Aconselhamento e mediação jurídica
    • Migrantes
    • Requerentes de Asilo
    • Direito laboral
    • Discriminação e assédio
  • Biblioteca LGBTQI+

Nas palavras da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante a assinatura do protocolo para Apartamento Partilhado, no âmbito da ENIPSSA (Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo) 2017-2023:

«Acho que é histórico. Termos hoje pela primeira vez assinado um acordo para responder a uma população específica LGBTI. Não havia nenhum acordo específico para uma solução de acolhimento para essa população. Também é um dia histórico nesse sentido. É uma porta que se abre, escancarada, que é para não fechar»

Como apoiar a Casa de Acolhimento Temporário de Emergência

Enquanto IPSS, todos os donativos recebidos, quer em dinheiro quer em espécie, são dedutíveis em sede de IRS (pessoas singulares) e de IRC (pessoas colectivas).

  • Para apoiar a associação basta:
    • Fazer uma transferência
      • para o IBAN PT50 0033 0000 45669002912 05
      • ou através de MB WAY – 967 892 924  

Com a vossa generosidade, a Opus Diversidades tem a certeza que conseguirá angariar os cerca de 30.000 € necessários e concretizar mais esta etapa.

Um enorme BEM-HAJA|

Opus Diversidades completa 25 primaveras

Hoje celebramos as nossas 25 Primaveras!

Longo foi o caminho, desde a nossa fundação em Junho de 1997, no dia em que se celebraram 28 anos desde as Revoltas de Stonewall.
Celebramos as Diversas cores que existem no mundo e que há quem teime em querer tingir. Celebramos a panóplia de Diversidades que teimam em querer diluir.
Seja através de uma abordagem social, política, económica, clínica, científica, académica ou ativista, já nos foi possível pintar os sorrisos de muitas pessoas, mas ainda há muita tela por preencher.
Esperamos que nos possas acompanhar, de onde quer que leias esta mensagem. Desde o tijolo que a Marsha arremessou, pela Liberdade algemada e pela Revolta ardente, até aos dias de hoje, queremos continuar a marcar pela diferença.

Pelo diálogo, pela esperança, pelo pensamento crítico, pela diversidade.

Queremos continuar a abraçar quem nos chega, e a abrir-lhes um horizonte de sonhos.

#opusdiversidades#25anos#happybirthdaytous#celebrate#pride#stonewall#riots#celebrating#diversity

Marcha LGBTI+ Lisboa

Marcha LGBTI+ Lisboa | Opus Diversidades

Marchámos pela diversidade. Pela inclusão. Por direitos iguais. Por direitos civis. Há muito a ver e a aprender com a “diferença “.

Marchámos contra a homofobia, transfobia, racismo, discriminação e preconceito. Marcharemos SEMPRE pelos direitos humanos.

Pode ver mais conteúdos no Facebook e Instagram da Opus Diversidades

Eis o Discurso da Opus Diversidades, que divulgamos

Discurso-MOL-2022

#MarchaorgulhoLGBTILisboa #news #newsopusdiversidades #OpusDiversidades #lgbtqia #lgbtqacommunity #pride2022 #orgulho2022 #lisbon

Monkeypox: Recomendações e cuidados a ter

Fonte: DGS (Direção Geral da Saúde)
#monkeypox #dgs #lgbtqia #opusdiversidades #oms

Monkeypox | Normas e Orientações

Informação nº 003/2022 de 17/06/2020

Comunicação, medidas preventivas e o envolvimento da comunidade no surto por vírus Monkeypox

Orientação nº 004/2022 de 31/05/2022

A Direção-Geral da Saúde (DGS) publica uma orientação técnica para os profissionais de saúde no contexto da Infeção Humana por vírus Monkeypox (VMPX). 

Este documento aborda aspetos como a definição de caso, a referenciação e abordagem clínica de casos suspeitos e prováveis, a notificação de casos, o diagnóstico laboratorial, a prevenção e controlo nas unidades de saúde, bem como as medidas de saúde pública e a comunicação. 

Os profissionais que necessitem de esclarecimentos adicionais poderão contactar o Centro de Emergências em Saúde Pública, da DGS, através do email cesp@dgs.min-saude.pt.

A Orientação foi elaborada pela Equipa de resposta e gestão do alerta de infeção humana por VMPX, da DGS, com os contributos de peritos de várias áreas e autoridades de saúde regionais. 

Sempre que  o conhecimento e a evidência científica emergente o justificarem, esta orientação será atualizada em consonância.

Fonte: Site da Direção Geral da Saúde

Convite | Lançamento dos Livros infantis | CIG | 1 de Junho | 18h00

No próximo dia 1 de junho, entre as 18h e as 18h30, vamos fazer, no jardim da CIG, o lançamento oficial dos livros infantis “Não são horas de brincar” e “De manhã bem cedo”.

Estes livros foram proibidos, e os seus editores multados e alvo de censura na Hungria, por estarem retratados dois casais de pessoas do mesmo sexo. A CIG publica agora estas duas obras infantis, porque cada família é única!

O lançamento tem início às 18h, mas convidamos a estar connosco no jardim a partir das 17h, para uma limonada e três dedos de conversa!

Vamos ter a companhia da Secretária de Estado da Igualdade e Migrações, Isabel Almeida Rodrigues, do Hélder Bertolo, da Opus Diversidades, que traduziu os livros pro bono, e também contamos com a presença de outras ONG parceiras das CIG na promoção da igualdade e não discriminação.

Contamos com a vossa presença neste dia tão importante!

Confirme a sua presença até ao dia 20 de maio para cid.informa@cig.gov.pt

Fonte: CIG (Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género)

Assembleia Geral – Opus Diversidades | Novas data e hora

De acordo com o Artigo 22º dos Estatutos, venho convocar uma Assembleia-Geral ordinária da Opus Gay Associação, com a seguinte ordem de trabalhos:

  1. Apreciação e votação do Programa de Ação e do Orçamento apresentados pela Direção para 2022, bem como do parecer do Conselho Fiscal;
  2. Apreciação e votação do Relatório e Contas do Exercício de 2021, bem como do parecer do Conselho Fiscal;
  3. Outros Assuntos
    Local, dia e hora:
    15 de junho de 2022, 19h30.

    Caso não haja quórum à hora marcada, a AG começará meia hora depois com quem estiver presente.
    Através de Plataforma Zoom

    O Presidente da AG
    António Pedro Dores

International AIDS Candlelight Memorial (Vigília Internacional em Memória das Vítimas da Sida) – Evento de Lisboa, em paralelo com outras cidades nacionais e internacionais

O International AIDS Candlelight Memorial (Vigília Internacional em Memória das Vítimas da Sida) foi realizado pela primeira vez, em São Francisco, em 1983.Desde essa data que, todos os anos, há 39 anos, no terceiro domingo de Maio, milhares de pessoas em todo o mundo se juntam para recordar todas as vidas perdidas para a SIDA.É também uma oportunidade para homenagear todas as pessoas que dedicam a sua vida a apoiar aquelas que vivem com VIH, na área da medicina, da formação e prevenção ou na mobilização da sociedade para a solidariedade e contra discriminação.Estes eventos pretendem aumentar a visibilidade e a consciencialização sobre o VIH e ajudar a erradicar o estigma que ainda persiste.

🎯 No próximo dia 15 de Maio, sob o lema«Nós Agimos, Nós Recordamos, Nós Temos Vida para Além do VIH»,estaremos em sintonia com todas os outros eventos à volta do mundo, através de uma vigília nacional, que terá lugar em 9 cidades do país:
Funchal, Leiria, Lisboa, Miranda do Douro, Ponta Delgada, Porto, Torres Vedras, Vila Nova de Gaia e Viseu.Em Lisboa, a Vigília será organizada pela Opus Diversidades, com a parceria da Iniciativa Lisboa Sem Sida (Fast Track Cities), do GAT (Grupo de Activistas em Tratamentos), da Associação Abraço, da Associação Positivo e da Liga Portuguesa Contra a SIDA.

📌 Terá lugar na PRAÇA DO MUNICÍPIO, pelas 20h00.Será lido o manifesto internacional, ouvidos os testemunhos de Luís Mendão (GAT), Amílcar Soares (Positivo) e Paolo Gorgoni (Lisboa Sem Sida) e o microfone estará aberto para todas as pessoas que quiserem partilhar o seu testemunho.
Além disso, a Iniciativa Lisboa Sem Sida fará distribuição de material preventivo (preservativos).

🎗 APARECE e DIVULGA!

#AIDSCandlelightMemorial2022#VigiliaNacionalMemoriaVitimasSIDA2022#OpusDiversidades#GAT#Positivo#LisboaSemSida#FastTrackCities#LigaPortuguesacontraaSIDA#SIDA#AIDS #HIV #HIV

Série “Mulheres que Contam” – RTP

🅼🆄🅻🅷🅴🆁🅴🆂 🆀🆄🅴 🅲🅾🅽🆃🅰🅼

COM 𝗦𝗔𝗡𝗗𝗥𝗔 𝗥𝗜𝗕𝗘𝗜𝗥𝗢 Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género

🎯 A série Mulheres que Contam pretende dar a conhecer na primeira pessoa mulheres que se destacam.
Neste primeiro episódio conheça Sandra Ribeiro – Presidente da CIG

Ver o episódio, AQUI

#CIG#opusdiversidades

CATE | Assinatura de Protocolo para Apartamento Partilhado, no âmbito da ENIPSSA

🅰🆂🆂🅸🅽🅰🆃🆄🆁🅰 🅳🅴 🅿🆁🅾🆃🅾🅲🅾🅻🅾

🎯 A 𝗖𝗔𝗧𝗘 (Casa de Acolhimento Temporário de Emergência) da Opus Diversidades já tem financiamento!«Acho que é histórico. Temos hoje pela primeira vez assinado um acordo para responder a uma população específica LGBTI. Não havia nenhum acordo específico para uma solução de acolhimento para essa população. Também é um dia histórico nesse sentido. É uma porta que se abre, escancarada, que é para não fechar»Ana Mendes Godinho, Ministra do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social.

📆 Dia 22/04/2022 foi assinado o protocolo para Apartamento Partilhado, no âmbito da ENIPSSA (Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo) 2017-2023, na presença da Exma. Senhora Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social Ana Manuel Mendes Godinho, da Exma. Senhora Vice-Presidente do Instituto da Segurança Social (ISS) Catarina Marcelino, da Exma. Senhora Directora-Adjunta do ISS Fátima Matos e do Exmo. Senhor Gestor Executivo da ENIPSSA Henrique Manuel Marques Joaquim.

#CATE#Opusdiversidades#MTSSS#ISS

Scroll to Top