admin

Convocatória da Assembleia Geral Ordinária


Ao abrigo do nº. 2 do Art.º 23º dos Estatutos da Obra Gay Associação, venho por este meio convocar uma Assembleia-Geral Ordinária, para dia 31 de Janeiro de 2024, pelas 19h00, via Zoom, com a seguinte Ordem de Trabalhos:
 Apreciar e votar o Programa de Acção e o Orçamento para 2024 e o respectivo Parecer do Conselho Fiscal
 Aprovar, ao abrigo dos nos. 1 e 2 do Art.º 16 e da alínea k) do nº. 3 do Art.º 21º dos
Estatutos, a proposta da Direcção para os montantes de remuneração do
Presidente e do Vice-Presidente na qualidade de respectivamente: Director-Executivo e Coordenador do Centro Comunitário da Madeira
De acordo com os nos. 1 e 2 do Art.º 25º dos Estatutos, qualquer pessoa associada se poderá fazer representar na Assembleia-Geral, por outra pessoa associada, mediante procuração dirigida à pessoa Presidente da Mesa, sendo que não poderá representar mais do que uma outra pessoa associada.
Caso não haja quórum à hora marcada, a AG começará meia hora depois com quem estiver presente.
Ligação Zoom: Facultada aos associados via email
O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral
António Pedro Dores

Convocatória: Assembleia Geral Extraordinária


Ao abrigo dos nºs. 3, 9 e 11 do Art.º 23º dos Estatutos da Obra Gay Associação, a pedido da
Direcção, venho por este meio convocar uma Assembleia-Geral Extraordinária, para dia 22 de
Dezembro de 2023, pelas 19h00, via Zoom
, com o seguinte Ponto Único

* Deliberação sobre o futuro da Associação, incluindo a sua eventual extinção, ao abrigo
da alínea e) do nº 3 do Art.º 21º e do Art.º 39º dos Estatutos, na sequência da falta e
atraso de pagamentos de reembolsos por parte do IHRU, de acordo com o contrato de
financiamento celebrado no âmbito do Investimento RE-C02-i02 “Bolsa Nacional de
Alojamento Urgente e Temporário” do Plano de Recuperação e Resiliência

De acordo com os nºs. 1 e 2 do Art.º 25º dos Estatutos, qualquer pessoa associada se poderá
fazer representar na Assembleia-Geral, por outra pessoa associada, mediante procuração
dirigida à pessoa Presidente da Mesa, sendo que não poderá representar mais do que uma
outra pessoa associada.

Caso não haja quórum à hora marcada, a AG começará meia hora depois com quem estiver
presente.

O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral
António Pedro Dores

Casa aberta para vacina contra Mpox/monkeypox todos os sábados até dia 28 de outubro 2023

Divulgamos:

Se já fizeste a vacinação contra Mpox, tiveste diagnóstico de Mpox no passado, ou tens sintomas de Mpox hoje, por favor ignora esta mensagem.

Casa aberta, todos os próximos sábados, entre as 10:00 e as 19:00, na Tv. Monte do Carmo 2, 1200-277 Lisboa, GAT Checkpoint LX. Último sábado de casa aberta é 28 de outubro.

Atendimento por ordem de chegada, sem marcação. Aproveita!

Se não podes este sábado, e caso ainda não o tenhas feito, inscreve-te para ser vacinado/a em dia útil aqui https://forms.office.com/e/1exrKDi11C

Morada: Tv. Monte do Carmo 2, 1200-277 Lisboa

Telemóvel: +351 910 693 158

Correio eletrónico: checkpointlx@gatportugal.org 

Convocatória para Assembleia Geral Ordinária de 22.05.2023

Convocatória da Assembleia Geral Ordinária
Venho por este meio convocar a Assembleia-Geral ordinária da Obra Gay Associação, ao abrigo da alínea b) do nº. 2 do Artº. 22º dos Estatutos da Associação, para dia 22 de Maio de 2023, pelas 19h00, com a seguinte ordem de trabalhos:

  • 1. Apreciação e votação do Relatório e Contas do exercício de 2022 e do respectivo Parecer do Conselho Fiscal
  • 2. Alterações aos Estatutos
  • 3. Outros Assuntos
  • A Assembleia-Geral será realizada por meios telemáticos, via Plataforma Zoom.
    Caso não haja quórum à hora marcada, a AG começará meia hora depois, com qualquer número de presenças (Art.º 23º, nº. 1)

  • Link: (Enviado por email para es Associades)
    Assembleia Geral Opus Diversidades | Relatório e Contas 2022
    Hora: 19 mai. 2023 07:00 da tarde TMG

    O Presidente da AG
    António Pedro Dores

Reserva a data: 28.04.2023 – 20h00 – Noite Stravinsky

Vem assistir à Noite Stravinsky e ajudar pessoas LGBTQIA+ em situação de sem-abrigo a passar Noites mais acolhedoras numa Nova Casa!

O Ensaio Geral Solidário é uma iniciativa inédita da Companhia Nacional de Bailado (CNB), iniciada em 2011 por Luís Moreira, ex-bailarino da Companhia, e que tem sido realizada praticamente em todos os ensaios gerais da CNB.

Em cada espetáculo, apresentado no Teatro Camões, a CNB oferece o ensaio geral a instituições de solidariedade social, proporcionando não só um momento de união entre os públicos e as causas sociais como as condições necessárias à angariação de fundos que ajudem as instituições a alcançar os seus objetivos.

Basta fazeres 1 donativo* a partir de 12€, enviar-nos o comprovativo para receberes 1 convite, que, no dia do espectáculo, será trocado na banca da Opus Diversidades, no Teatro Camões, por 1 lugar na sala.

Podes fazer o donativo por:

MB Way 967 892 924

Transferência Bancária | IBAN: PT50 0033 0000 4566 9002 9120 5 | BIC / SWIFT: BCOMPTPL

Enviar o comprovativo para: geral@opusdiversidades.org

* Para além do bilhete, ao abrigo do Estatuto dos Benefícios Fiscais, o donativo também será dedutível em sede de IRS
Podes consultar o Programa da Noite Stravinsky AQUI

Convocatória de Assembleia Geral Ordinária

Venho por este meio convocar a Assembleia-Geral ordinária da Opus Gay Associação, com a seguinte ordem de trabalhos:

1. Apreciação e votação do Programa de Acção e do Orçamento apresentados pela Direcção para 2023, bem como do parecer do Conselho Fiscal;

2. Outros Assuntos

Dia e hora da AG, via Zoom (que é disponibilizado aos Associados, via email):
27 de Fevereiro de 2023, 19h00.
Caso não haja quórum à hora marcada, a AG começará meia hora depois com quem estiver presente.
Tópico: Assembleia Geral Opus Diversidades | PAO2023
Hora: 27 fev. 2023 07:00 da tarde Lisboa

O Presidente da AG
António Pedro Dores

Dia Mundial de Luta contra a Sida 2022

A Opus Diversidades assinala mais um dia Mundial de Luta contra a sida. A infeção por VIH, continua a proliferar pelo mundo inteiro e a atingir a fase de sida em muitos países, especialmente, em África, continuando muitos infetados a morrer devido a esta patologia. O lema será sempre o aconselhamento e a prevenção. Por isso, proteja-se e use o preservativo. Fale com o seu médico e faça o teste regularmente.

Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e Direção Geral de Saúde

O Dia Mundial do Combate ao VIH/ SIDA é assinalado anualmente a 1 de Dezembro. O seu objetivo é sensibilizar e apoiar aqueles que padecem desta doença e homenagear os que faleceram infetados.

A criação deste dia foi uma iniciativa de James Bunn e Thomas Netter, dois oficiais do Programa Mundial da Luta contra a SIDA da Organização Mundial de Saúde (OMS). A ideia ganhou apoiantes dentro e fora da OMS, sendo a sua implementação reconhecida através da Resolução 43/15 da Assembleia Geral da ONU, em 1988. A data foi assinalada pela primeira vez nesse ano.

A sociedade é chamada a intervir, a assegurar que o problema do VIH/SIDA permaneça na agenda política e que os direitos humanos fundamentais sejam respeitados.

Este ano, o tema é “Equalize”, ou seja, um apelo à ação. É um apelo a todos os cidadãos se envolvam ativamente em ações práticas necessárias para combater as desigualdades e ajudar a acabar com o VIH/SIDA.

Cerca de 40 anos depois do 1.º caso de SIDA reportado, esta doença ainda afeta e assusta o mundo. As desigualdades têm-se tornado cada vez mais notórias, bem como as disparidades económicas e sociais no mundo que poderão comprometer o compromisso de criação de soluções para a prevenção e tratamento do VIH/SIDA.

#AIDS #sida #HIV #VIH #VIDA #saude #OpusDiversidades

A CATE, Casa de Acolhimento Temporário de Emergência, precisa da tua ajuda

Há 25 anos que a Associação Opus Diversidades “Abraça Pessoas e Abre Horizontes” e, provavelmente, em nenhuma das muitas e variadas ações e atividades que desenvolve isso é tão claro como na CATE (Casa de Acolhimento Temporário de Emergência), onde recebe pessoas em situação de sem-abrigo e de grande vulnerabilidade. Casa de Acolhimento Temporário de Emergência, com uma capacidade máxima para 4 utentes, recebe pessoas em situação de desproteção e vulnerabilidade e que necessitem de apoio social. Entre outras situações, destacam-se:

  • Pessoas vítimas de violência doméstica;
  • Pessoas em situação de perda ou ausência de autonomia;
  • Pessoas sem-abrigo.

Para além destas pessoas, apoiam-se também pessoas migrantes/refugiadas, trabalhadoras do sexo, pessoas trans em processo de transição, etc, na sua maioria pessoas LGBTQI+, mas não exclusivamente.

Segundo a associação, estas pessoas provêm de situações onde não se encontravam asseguradas as condições mínimas de sobrevivência, em necessidade de ajuda imediata, e que constituem um perigo real, atual, a breve prazo ou/e iminente, para a integridade física e psíquica, necessitando de intervenção imediata.

Recentemente, esse trabalho foi reconhecido pela IKEA, tendo ganhado a 2ª Edição do Concurso pela Igualdade e Inclusão de Pessoas LGBT+ «IKEA IDAHOT 2022». Esse prémio vai permitir o Makeover do apartamento, como a instalação de uma nova cozinha, a decoração do espaço ou a substituição de roupas de cama e de banho.

Mas antes disso, são precisas obras mais estruturais e urgentes! Esta requalificação da estrutura constituirá um investimento social estratégico e urgente que impactará positivamente as comunidades LGBTQI+.

A Opus Diversidades pretende que as pessoas acolhidas usufruam de um ambiente seguro, estável e confortável, promovendo a sociabilização e apoiando a autonomização e a empregabilidade, através de uma Equipa Multidisciplinar que presta apoio psicológico, social, jurídico, etc., mitigando o sofrimento e a vulnerabilidade e melhorando a auto-estima.

O apoio prestado pela Opus Diversidades

A pressão dos últimos 2 anos, por efeito da pandemia e, consequentemente, do número de pedidos de acolhimento, agravou ainda mais as condições de habitabilidade do espaço, que funciona, igualmente, como base de apoio a muitas outras actividades da Associação, pelo que o impacto da estrutura se estende muito para além das pessoas que, em cada momento, se encontram acolhidas.

Actualmente, o Gabinete de Apoio presta os seguintes serviços:

  • Apoio psicossocial
  • Apoio à autonomização (incluindo formações)
  • Consultas de psicoterapia
  • Consultas de psiquiatria
  • Consultas para início e acompanhamento de processos hormonais em pessoas trans (em breve)
  • Aconselhamento e mediação jurídica
    • Migrantes
    • Requerentes de Asilo
    • Direito laboral
    • Discriminação e assédio
  • Biblioteca LGBTQI+

Nas palavras da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante a assinatura do protocolo para Apartamento Partilhado, no âmbito da ENIPSSA (Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo) 2017-2023:

«Acho que é histórico. Termos hoje pela primeira vez assinado um acordo para responder a uma população específica LGBTI. Não havia nenhum acordo específico para uma solução de acolhimento para essa população. Também é um dia histórico nesse sentido. É uma porta que se abre, escancarada, que é para não fechar»

Como apoiar a Casa de Acolhimento Temporário de Emergência

Enquanto IPSS, todos os donativos recebidos, quer em dinheiro quer em espécie, são dedutíveis em sede de IRS (pessoas singulares) e de IRC (pessoas colectivas).

  • Para apoiar a associação basta:
    • Fazer uma transferência
      • para o IBAN PT50 0033 0000 45669002912 05
      • ou através de MB WAY – 967 892 924  

Com a vossa generosidade, a Opus Diversidades tem a certeza que conseguirá angariar os cerca de 30.000 € necessários e concretizar mais esta etapa.

Um enorme BEM-HAJA|

Scroll to Top
Scroll to Top